Header Ads

“Por muitos anos, vimos os jornalistas brasileiros lidarem com várias questões relativas à insegurança, que vão desde grupos criminosos que tentam silenciá-los até empresários e autoridades públicas corruptas que discordam com aquilo que eles reportam”

- Hannah Storm, diretora do International News Safety Institute (INSI)

Campanha da Fraternidade 2017 convida católicos a proteger biomas e defender a vida.

A conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou na manhã desta quarta-feira (1º), em Brasília, a Campanha da Fraternidade (CF) deste ano com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”. Em carta enviada ao país, o Papa Francisco ressaltou a beleza do Brasil, mas disse que a degradação da natureza ameaça a diversidade de biomas.

Foto: Reprodução


O criador foi pródigo com o Brasil. Concedeu-lhe uma diversidade de biomas que lhe confere extraordinária beleza. Mas, infelizmente, os sinais da agressão à criação e da degradação da natureza também estão presentes, afirmou o Papa, por meio de carta.

Criada em 1962, a Campanha da Fraternidade é lançada todo ano na quarta-feira de cinzas, quando tem inicio a Quaresma, período de 40 dias no qual a Igreja Católica convida os fieis a praticar a oração, o jejum e a esmola. A ação vai até domingo de ramos, no dia 9 de abril.

Com o lema “Cultivar e guardar a criação”, a Igreja quer chamar a atenção para a diversidade de cada bioma e a necessidade dos respeito  à vida e  a cultura das pessoas que vivem neles. O arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, cardeal Dom Sergio da Rocha, disse que a preservação dos biomas exige um modelo de desenvolvimento econômico que preserve os recursos naturais.
Cardeal Dom Sérgio da Rocha da inicio à Campanha da Fraternidade 2017, em Brasilia, Foto: Bianca Marinho G1.



“A preservação dos biomas exige a atuação do poder publico, ações efetivas do governo, exige um modelo de desenvolvimento econômico que não destrua os recursos naturais na busca desenfreada pelo lucro e, por isso, pela natureza, a campanha necessita de parcerias, reflexões e ações conjuntas”, afirmou.

A CNBB lembrou ainda que, na mensagem do Papa Francisco aos brasileiros, o pontífice orienta os fiéis a observar o modo como os povos originários de cada bioma convivem com a natureza. Assim, segundo Francisco, “será possível encontrar um modelo de sustentabilidade que possa ser uma alternativa ao afã desenfreado pelo lucro que exaure os recursos naturais e agride a dignidade dos pobres”.

Carta do Papa Francisco aos católicos brasileiros sobre a Campanha da Fraternidade.

Foto Reprodução
Fonte: G1

Nenhum comentário

Comente mas não aumente

Todos os direitos autorais reservados a Ricardo Valle. Tecnologia do Blogger.