Header Ads

“Por muitos anos, vimos os jornalistas brasileiros lidarem com várias questões relativas à insegurança, que vão desde grupos criminosos que tentam silenciá-los até empresários e autoridades públicas corruptas que discordam com aquilo que eles reportam”

- Hannah Storm, diretora do International News Safety Institute (INSI)

Sete deputados do PI votaram "sim" em projeto que libera terceirização ampla

Somente o deputado federal Assis Carvalho (PT) votou contra a aprovação do  projeto de Lei 4302/98, que permite o uso da terceirização em todas as áreas (atividade-fim e atividade-meio) das empresas.

A Câmara dos Deputados concluiu nesta quarta-feira (22) a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último dia 8, mas a análise de emendas (propostas de alteração do texto apresentadas pelos partidos) ficou para esta semana. O projeto agora segue para votação no Senado.
Pela aprovação votaram Átila Lira e Rodrigo Martins, do PSB, os pepistas Iracema Portella e Mainha, o deputado do PSD Júlio César, o presidente do PTB no Piauí Paes Landim, e Silas Freire, do PR.
Ausentes estavam os deputados Marcelo Castro (PMDB) e Heráclito Fortes (PSB).
A Câmara aprovou um substitutivo do Senado para a matéria, que também aumenta de três para seis meses o tempo do trabalho temporário, prazo que pode ser alterado por meio de acordo ou convenção coletiva de trabalho.
O texto segue para sanção presidencial.
Veja como votou a bancada Piauiense.

Fonte: Com informações do G1

Nenhum comentário

Comente mas não aumente

Todos os direitos autorais reservados a Ricardo Valle. Tecnologia do Blogger.