Header Ads

“Por muitos anos, vimos os jornalistas brasileiros lidarem com várias questões relativas à insegurança, que vão desde grupos criminosos que tentam silenciá-los até empresários e autoridades públicas corruptas que discordam com aquilo que eles reportam”

- Hannah Storm, diretora do International News Safety Institute (INSI)

Janainna Marques emite nota de repúdio pela inauguração de obra em Luzilândia

Após o novo terminal rodoviário de Luzilândia ter sido inaugurado na noite desta quarta-feira (28), titulada como Terminal Rodoviário dos Ipês, em repúdio às falas e escolha do nome da referida obra a Deputada Jannaina Marques emite nota. Confira.



 "Eu, Janainna Marques, Deputada Estadual,representante do povo de Luzilândia repudio veementemente, o descaso com o povo de Luzilândia protagonizado pela atual gestão da prefeitura do nosso querido município, desta feita com nomes de vultos importantes da história do município, hoje vergonhosamente negligenciado diante da inauguração de hoje da obra da rodoviária da cidade.


A bem da verdade, a referida obra é fruto de uma emenda parlamentar do ex - senador João Vicente e que foi iniciada no nosso governo, governo do Novo Tempo, quando estivemos à frente do Poder Executivo Municipal. Planejamos e demos todas as condições para que a obra fosse continuada pelos sucessores, inclusive, com recursos garantidos, deixados em
Conta corrente, ao tempo que na época nosso mandato fora violentamente cassado, onde nos foi impedido de entregar a rodoviária de Luzilândia aos munícipes.


Seria uma honra para qualquer administradora inaugurar tal obra com o nome do saudoso Durvalino Castelo Branco, como havíamos convencionado à época. Mas para mais uma decepção da coletividade, a atual gestão se negou a prestar o tributo ao político, empresário e homem do povo, em uma atitude inexplicável e por demais absurda.

Se a atual prefeita possui algum problema pessoal com a família do distinto Sr. Durvalino Castelo Branco, que homenageasse outros nomes também importantes relacionados com o transporte, como os irmãos Atualpa e Ajuricaba, também precursores na condução comercial de passageiros da cidade à cidades vizinhas e à capital, Teresina.

Lamentamos que a gestora, que denota desprezar todo um arcabouço histórico e de respeito aos concidadãos, venha prestar homenagens a uma árvore, que sequer é nativa ou típica da nossa região, muito menos é preponderantemente em nosso ecossistema, o Ipê. Colocar o nome da rodoviária como “Rodoviária dos Ipês” é de uma insensatez absurda que rende nosso protesto e repúdio, com a certeza que a história irá corrigir tais desatinos em nome da cultura, da história e dos vultos que nos são respeitáveis e extraordinários."

Nenhum comentário

Comente mas não aumente

Todos os direitos autorais reservados a Ricardo Valle. Tecnologia do Blogger.