Header Ads

“Por muitos anos, vimos os jornalistas brasileiros lidarem com várias questões relativas à insegurança, que vão desde grupos criminosos que tentam silenciá-los até empresários e autoridades públicas corruptas que discordam com aquilo que eles reportam”

- Hannah Storm, diretora do International News Safety Institute (INSI)

Concurso da Policia Militar-PI pode até ser anulado após prova vazar

Secretário de Segurança Fábio Abreu admitiu que pode ter havido o vazamento da prova

O secretário de Segurança do estado, Fábio Abreu, admitiu que a prova do concurso da Polícia Militar do Piauí realizada neste domingo (21/05) em Teresina pode ter vazado, especialmente das questões de português. 12 pessoas foram conduzidas para o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) suspeitas de fraude, autuadas em flagrante e algumas já foram liberadas após pagarem fiança.
 Secretário de Segurança Fábio Abreu
"Nós fizemos todo esse período de antes da realização das provas, durante a realização das provas algumas operações, algumas ações. No dia de ontem foram conduzidas para o Greco 12 pessoas, foram autuadas em flagrante, algumas já pagaram as suas fianças e foram liberadas. Vamos reunir com a Nucepe, com o comandante geral e dessa reunião vamos avaliar se existe a possibilidade do concurso continuar ou se nós vamos anular o concurso. O que destaco aqui é que nosso objetivo sempre foi de ter a maior lisura possível no concurso. A nossa parte que concerne a inteligência, as investigações, todo aparato foi disponibilizado para a organizadora do concurso, mas infelizmente são fatos graves que poderão comprometer este concurso. Na reunião que vamos fazer, vamos emitir uma nota explicando qual a decisão”, disse o secretário.
“Parte dessa prova, em função de algumas provas, subtende-se que sim, parte da prova de português, mas preciso fazer toda uma avaliação com relação aos demais pontos e dai tirar realmente a conclusão se vamos anular ou não. Se há um vazamento, se há a discussão, e um dos presos estava com um possível gabarito, existe essa possibilidade, porque lá que é a organizadora, a Nucepe que organizou o concurso. Alguns indivíduos que haviam participado de concursos anteriores, com informações pregressa em relação a essa prática delituosa, e dai nós fizemos esse acompanhamento automaticamente. Sim, de algumas pessoas presas estavam envolvidas em situações anteriores”, completou o secretário.
Apesar da proibição de entrar nos locais de prova, candidatos teriam tentado fazer a prova com celulares escondidos nas partes íntimas e outros estariam com gabaritos. Desde a noite de sábado (20/05), a polícia já agia para evitar fraudes.
Nas redes sociais várias pessoas postaram informações que questões da prova de português teria vazado desde sexta-feira (19/05) e que muitas pessoas tiveram acesso a ela. Imagens da suposta prova que teria sido divulgadas antes do concurso, circularam, mas a Secretaria de Segurança ainda não se manifestou sobre o caso.
Pelo menos cinco pessoas teriam sido presas pelo envolvimento em esquemas para fraudar o concurso que teve mais de 32 mil inscritos.
O concurso oferece 400 vagas e a prova foi realizada em 72 locais de Teresina.
Os portões dos locais de prova foram abertos às 7h30 e fechados às 8h30. A prova foi aplicada de 9h às 13h


Fonte: 180graus.com

Nenhum comentário

Comente mas não aumente

Todos os direitos autorais reservados a Ricardo Valle. Tecnologia do Blogger.