Header Ads

“Por muitos anos, vimos os jornalistas brasileiros lidarem com várias questões relativas à insegurança, que vão desde grupos criminosos que tentam silenciá-los até empresários e autoridades públicas corruptas que discordam com aquilo que eles reportam”

- Hannah Storm, diretora do International News Safety Institute (INSI)

Volume de água e quantidade de peixes na localidade Forquilha em Joaquim Pires-PI chamam a atenção de pescadores e da população

A nova ponte construída no governo de W. Martins se torna ponto turístico na localidade Forquilha, município de Joaquim Pires.


A ponte construída na PI 112, entre as cidades de Joaquim Pires e Luzilândia, tem recebido muitos pescadores, e curiosos devido ao nível de água que se encontra abaixo da mesma, atraídos pela pesca se voltem àquela região, afim de aproveitar as potencialidades econômicas e garantir uma renda extra, outros vão apenas pelos atrativos naturais e turísticos que as cheias proporcionam.


O Riacho Forquilha, assim já foi chamado, devido ao nome da Localidade na qual se encontra, é o canal de escoamento das águas da Lagoa do Cajueiro pra o Rio Parnaíba, está sendo o local propicio a pesca e ao lazer, o volume de água aumentou em média 20 centímetros devido fortes chuvas nos últimos dias na região. Muitas pessoas aproveitam os fins de semana para desfrutar das belezas e encantos nas suas imediações, mas todo cuidado é pouco pois muitos não o conhecem, o que pode ocasionar acidentes.


As pessoas precisam estar orientadas e tomar muito cuidado, para não permanecer muito próximas as correntes de água, principalmente, os curiosos e afoitos. Segundo o coordenador do CRAS de Joaquim Pires, Raimundo Honorato, as orientações de segurança servem para os banhistas que se arriscam naquelas águas. "O que pode acontecer é por algum descuido ou vacilo, algum banhista venha por acidente descer nas águas, pois a correnteza é grande, com isso as pessoas precisam estar atentas e observar o volume de água, que acontece lentamente, e onde estão se aventurando, evitando assim causar algum acidente", Afirmou.


Pescaria, pulos mortais, alegria, intensa movimentação de banhistas e muita diversão, são exemplos que podem ser citados como fonte de lazer. É neste período de cheia que os pescadores aproveitam, além do banho e da diversão, para arriscar a pescaria. No local aparecem curiosos e pessoas de várias localidades próximas, impressionados pelo grande volume de água. A oportunidade proporciona o fortalecimento do comercio, além do desenvolvimento, a diversão e lazer.


Devido à elevada potencialidade, as pescarias realizadas nesse tipo de local, em pequena ou em média escala, constitui fonte de renda àquelas famílias, o numero de pescadores atuantes é considerável, sem falar aqueles que utilizam a pesca como lazer e fonte de alimentação. Às margens está localizado o bar Cai N´água, onde pessoas após a pescaria, assam seu peixe ali mesmo, e aproveitam pra desfrutar de uma boa música e tomar uma cerveja gelada, ao lado de familiares e amigos.


O vídeo em anexo  de arquivo pessoal mostra os pescadores aproveitando o período de fartura de peixes na lagoa do cajueiro, na Localidade Forquilha, município de Joaquim Pires-PI.

Fonte: Blog Na Mira da Mídia, Fotos Raimundo Honorato.

Nenhum comentário

Comente mas não aumente

Todos os direitos autorais reservados a Ricardo Valle. Tecnologia do Blogger.